Postagens

Introdução ao futuro

Imagem
Quando nada mais estiver em tuas mãos Olhe para trás Nem que seja um instante Nem que o brilho amarelado das folhas seja angustiante Veja os carinhos negados As palavras mal ditas Os silêncios de muitos afetos 

Olhe para trás Mas mantenha os olhos nus Secos de lágrimas Firmes por tua história Desnudos de qualquer valor Sem contar qualquer pudor

Quando olhares para frente Terás a imagem que não pode ser repetida, Jamais.
- G.MOON

Desorganização

Imagem
Os amores rodopiam por dentro Abrem os braços e me dizem o quanto querem se expandir Aguçam os ouvidos: os sussurros perturbam de dentro para fora Os sentimentos continuam a bagunçar a unidade da vida Quando todos estão aqui Mal veem o fogo que ascende nos olhos Quando todos se vão Este fogo brilha em ciano aqui dentro De nada me adianta perguntar onde estão os meus destinos Eu apenas deixo a desorganização investir Os amores rodopiam, bagunçam Despenam E eu estou entrando nesta dança
Deixando o ciano tomar conta de cada dor em meu corpo
- G. MOON

Vinte

Imagem
Então... Chegou o doze de maio.
Dessa vez não pensei em uma poesia. Mas palavras soltas bastam.
Vinte anos não parecem muita coisa... Mas em mim já ganhou uma carga enorme. Hoje somente será mais um dia normal em minha vida. Talvez eu receba um telefonema ou outro.. Mas nada lá fora muda. Nada mesmo.  Aqui dentro.. Talvez. Não tão rápido quanto penso. Nem tão significativo.. Mas muda aos pouquinhos.
E talvez eu nem perceba muito bem: Os olhos outros. As ideias outras.. As pessoas... Outras.
Sinto que algumas coisas permanecem aqui, talvez sempre permaneçam.. Mas os sentidos mudam de tal forma que até eu mesma me surpreendo e é importante me manter assim.

Atenta, pensativa... Refletindo e ressignificando tudo sobre os outros e, principalmente, sobre eu mesma.




Então, parabéns para mim. Parabéns para você, Moon, que me ajuda a mudar.

Ser um novo ser todos os dias da minha vida.
-G.MOON

(In)satisfação

Imagem
Dizem que sempre buscamos nos completar  Somos seres de faltas  Dos quereres  Das incompletudes  Das buscas

 Nessa minha (breve) mas cansativa caminhada  Cada dia mais me parece que  Não há objeto  Nem Ser capaz de me levar à plenitude

 Sou feita do não ter  Da representação inacabada  Do discurso que nunca se completa

 Todas as minhas escolhas levam a novos quereres  E esta angustia perdura...  Insiste  Persiste  Até o pêndulo da vida parar  E cair a plenitude do ser.

- G.MOON

E os ventos de maio se anunciam...

Imagem
Então... Chegou o "meu mês" (Faz sentido?).

Daqui a 10 dias a crise dos 20 se acentuará, ela já bate na minha porta. Enfim, perguntaram-me esses dias...Está preparada para os vinte anos? 
Bom, eu acho uma pergunta estranha, mas ao mesmo tempo plausível de se fazer. 
Eu diria, há alguns anos atrás, que é apenas mais um ano que chega. Mais um pouco de idade. Porém, desde os dezoito anos, perspectivas diferentes invadiram o meu doze de maio e cada vez mais tem se tornado uma experiência mais intrigante... mais interessante. O que é ser adulto? Como será meu futuro? O que se faz daqui para frente? Como agir diante de tantas novas situações que se colocam à minha frente?
Pode parecer bobo se fazer tantas perguntas... Mas os questionamentos chegam aos montes e, realmente, não estou mais tão disposta a respondê-los.  Esses dias eu estou... diria que... "Seguindo o fluxo". Cada dia uma situação nova, cada dia algo novo para se aprender. Então, estou seguindo, me colocando à fr…

Não há.

Imagem
Não há pergunta Não há resposta Não há palavra Não há diálogo
Nem sequer um abraço Ou um toque desejado
São apenas estranhos Seguindo seus destinos distintos São apenas estranhos Observando-se entre seus caminhos
Eu sou apenas expectativa Sou apenas o desejo A palavra contida O abraço ao vento
Já você... Você? Pra mim... você é apenas imaginação Apenas o que eu planejei Apenas o que eu esperei
Você deve ter em si, Algo que eu nunca sei. Talvez nunca saberei.
-G.Moon

Indecifrável

Imagem
Quando tudo se for Sei que ainda estarás presente aqui Quando o pulso pender ao infinito Sei que podes cantar para sempre Quando toda sensação se esvair Sei que tua imagem continuará aqui
Assustam-me as correntes do destino O fim de todos, a imagem não definida E indecifrável do não-ser  Mas todos vão se constituindo de pé As marcas constroem-se pelo mundo afora
Então Quando tudo se for Todas as tuas pegadas continuam aqui Em cada fio de pensamento
Em cada lágrima feita somente pra ti.
É tão estranho perder alguém querido... :'/ Mas ele está em paz agora.

-G.MOON