sexta-feira, 20 de outubro de 2017

desculpe, querida



desculpe, querida
se minhas palavras são incontidas
se meu toque te abomina
se o meu sorriso
e o meu corpo
não são o suficiente pra ti
era o melhor que eu podia, querida
é a única via que eu seguia,
sabia que eu sempre desejei
o que há de mais belo
pra ti
mas o tudo que você me disse
(e o que você não pode me dizer) 
reverberam em minha mente
E também nesse meu corpo magro,
insosso,
sem vida
então, eu prometo:
há ainda beleza neste peito
nesta rosa que desabrocha e exala seu primeiro
perfume... fresco
e hão ainda de chegar em ti
vibrando em teus olhos e nas curvas do teu corpo
unindo-me a tua beleza,
em um cimo onde não há mais tristeza.


GMOON

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Just another day...



Oh, eu aceitaria umas duas ou três
Ou outras maneiras de viver
Mas hoje eu não vou ser tão dura comigo mesma
Eu vou caminhar sozinha por uma rua diferente
E vou sorrir pra todos os estranhos que eu encontrar

E vou pegar uma vibe diferente
Eu vou me divertir por aí hoje
Vou inventar pensamentos simples
Eu vou sorrir de forma humilde

JUST ANOTHER DAY - LADY GAGA 

Aquela musiquinha pra te deixar livre, leve e alegre ♥ :)

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Cárcere


São emaranhados de fios
Que cercam a cabeça e confundem os sentidos
A visão turva
O pensamento se esvai
Até o coração oco
Pulsa como louco
Ao sentir este aperto
Ao passar este afeto
Por todas as veias do meu corpo
Eu sinto o teu gesto
Olho em seus negros olhos
Ah, o medo de continuar a contemplar!
Estes fios - Malditos e amaldiçoados fios
Teimarem a aporrinhar a minha mente
É a linha vermelhar? Indagam-me...
Eu não sei se o nome disto é destino
Mas sinto como se a vida e a morte, unidas,
Tomassem-me em aflição
A iminência  - Talvez urgência? - de uma paixão
Ousassem me adoecer
Teus olhos podem enganar
A atenção imbecil e alienada continuar a te encarar
Sabe-se lá, deus,
quando destes fios vou me libertar!


GMOON 

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Reservas



Eu reservo o corpo
Eu reservo a palavra
Eu reservo os desejos
        Ao outro

Ao outro que o olhar me domina
ao outro que a voz fascina
Ao outro que está ao longe...
Onde minhas mãos nunca tocarão

Eu ouço sons de liberdade
Aquela voz que meu maior deleite desperta
As cordas que cantam os tempos de glória
Que cantam os desejos incontidos

Eu reservo meu corpo a este outro
Eu reservo minha voz e todos meus sons
Eu canto em meu corpo... Eu me preservo ao outro
Este desejo que se constela... Para um outro desejo que nunca se chega.

GMOON

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Não chamam o meu nome?




















As cores e dores
 sempre estiveram nos horizontes azuis e cinzas
Era o que os meus olhos poderiam ver
Dias e dias atrás.
Não importava o que os outros diziam
A caminhada
O olhar sempre estiveram para fora
As horas e segundos se estendiam
A terra seguia em suas voltas tranquilas
Mas os chamados...
Todos os meus chamados clamavam para fora
Então esses chamados ricochetaram no horizonte
E atingiram-me por inteiro
A cor e a dor espalharam-se por todo o corpo
E trepidam em meu peito
Chamados surdos...
Sutis,
Que já não concebem o horizonte
Que tentam não chamar mais por ninguém
Eu não sei mais se quero que chamassem o meu nome
O que é meu não está lá fora - eu sei
As ondas se espalham pelos meus poros
E a duvida se escandaliza no olhar
O que é meu está aqui dentro?


...eu sempre vou me contradizer

GMOON

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Chamam meu nome?


Entendo aquele olhar
Chamam meu nome lá fora?
Entendo aquele toque
Chamam meu nome lá fora?
Não há futuro para mim aqui dentro
Não há futuro na palavra fechada
Chamam meu nome... Aqui dentro?
Eu escuto palavras soltas
Sentimentos mal escritos
ou sentimentos desvelados...
Em demasia
Eu queria que chamassem o meu nome lá fora
Mas... Por que os olhares me parecem (in)sinceros?
Os braços e abraços frouxos e estranhos?
Talvez sejam as confusões dos meus sentidos
Ou talvez eles estejam certos.
Chamam meu nome lá fora?
Mas o chamado aqui dentro não me permite sair
Trancadas a sete chaves
As palavras estão em nós na garganta
Segura a minha mão
... Chama meu nome... !
Eu queria que chamassem meu nome lá fora!
Mas como ensurdecer-me do chamado aqui dentro?

G.MOON 

domingo, 17 de setembro de 2017

Aesthetic Personagens Originais

Faz algum tempo que eu gostaria de aprender a fazer Aesthetics. Comecei a pesquisar por cores e consegui montar alguns e me senti satisfeita.. Bem, acho que as imagens mostram alguns gostos e a personalidade dos personagens. Montei um para Missy e outro para Jane, ambas de Sentimentos Mal Escritos, uma fanfic escrita por mim, de Amor Doce. Além de fazer um para o Freyr, protagonista de The Golden Rose, minha fic original ♥



Missy Dandelion 
Personagem de Sentimentos Mal Escritos/ Protagonista
Azul / Livros-Estudos / Solitude / Doces / Gatos / Flores azuis / Simplicidade


Jane Castellari
Personagem de Sentimentos Mal Escritos / Secundária
Vermelho / Maquiagens / Livros-Estudos / Estilo / Independência / Flores vermelhas / Firmeza

___


Freyr Siegfried 
Personagem de The Golden Rose / Protagonista
Delicadeza / Magia / Leitura / Fascinio / Timidez / Caverna azul 
Algumas imagens como da Rosa, a caverna, o castelo e a árvore são referências diretas a historia... ♥  

Por enquanto, apenas estas ♥ 


G.MOON


desculpe, querida

desculpe, querida se minhas palavras são incontidas se meu toque te abomina se o meu sorriso e o meu corpo não são o suficient...