sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Minha Liberdade


Cansei. Cansei de mergulhar na escuridão, de imergir naquilo que me fere.
Cansei de corroer pensamentos obsessivos,  de infectar minha mente com coisas vazias.
Cansei de absorver palavras amargas de pessoas maçantes.
Amanhã, depois, em seguida, tudo isso não vai servir para nada, 
Apenas para afundar-me na escuridão da noite fria.
É desperdício de tempo, quase um crime.
A minha vida grita por mais.
Sou eu quem faço minha liberdade. 
Agora sou livre, livre das amarras da mente.
Saiba que a Verdadeira Luz está dentro de cada um de nós.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

O estranho

Todas as noites Uma névoa de letras E palavras soltas Entre nós e caminhos Feitos e desfeitos Debatem entre si E nesta pe...