domingo, 29 de setembro de 2013

Vida... Por que tira minhas ilusões?

Perdi-me do paraíso.
Aqui não pode ser mais os meus sonhos
Meu anjo não está aqui
Asas correram das minhas mãos
Meu paraíso particular
E eu, perdi minhas ilusões
A vida se desbotou
A realidade levou-o de mim
Tratou de tirar minha única esperança de redenção
Eu não queria acordar
Eu não queria emergir do meu mundo paralelo
Não queria sair dos meus campos floridos
Das asas do meu anjo dourado
Do seu conforto.
Ele curou minhas feridas
Trouxe-me dias de sonhos

Eles estão se esvaindo...
Aos poucos fugindo da minha mente...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

meio a meio

Nunca tive cara de nova, muito menos de mais velha, sempre um meio a meio... Ou uma normalidade insossa. Minhas palavras nunca ...