sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Simbolismo //


 Último Dia de AULA!

Vou poder ficar um pouco mais no blog, produzir mais textos e adiantar os meus projetos! Mas, claro, também vou estudar um pouco...
Fiz uma prova hoje de português, tinha um pouco de Simbolismo/Parnasianismo. Interessei-me pelos dois, mas senti um pouco mais de apreço pelo Simbolismo, já que este se aproxima do Ultrarromantismo ( Álvares de Azevedo, meu favorito ♥). Os gostos pela morte, tons obscuros, o gótico, coisas cósmicas e místicas sempre me encantam. De vez em quando ponho esses temas em meus textos. Eu acho uma pena que as abordagens em sala de aula não explorem muito dos movimentos literários, apenas análises de textos nas provas... Sem leitura em sala... E trabalhos que deixa tudo muito cansativo.  Parei um pouco para pesquisar sobre Cruz e Souza, e achei esse soneto bem interessante:

Vida obscura
Ninguém sentiu o teu espasmo obscuro,
Embriagado, tonto dos prazeres,
O mundo para ti foi negro e duro.
Atravessaste num silêncio escuro
A vida presa a trágicos deveres
E chegaste ao saber de altos saberes
Tornando-te mais simples e mais puro.
Ninguém Te viu o sentimento inquieto,
Magoado, oculto e aterrador, secreto,
Que o coração te apunhalou no mundo.
Mas eu que sempre te segui os passos
Sei que cruz infernal prendeu-te os braços
E o teu suspiro como foi profundo!
 
"Vida Obscura" — Cruz e Sousa. 

Quando li esse poema, percebi algumas referências a Jesus Cristo(Sei que cruz infernal prendeu-te os braços). Nos trechos (Ninguém Te viu o sentimento inquieto/ Magoado, oculto e aterrador, secreto)  Percebe-se que fala do seu sofrimento, que, ninguém mais sentiu. É "Ó ser humilde entre os humildes seres." , Clara referência a simplicidade de Jesus. E que "chegaste ao saber de altos saberes", seus penosos deveres, seu silêncio, o fez o mais sábio e puro. Quando fui procurar algumas análises sobre este soneto, vi que muitos pensavam o mesmo, e tive uma visão bem mais ampla dele. Achei bem inteligente, pretendo procurar mais sobre esse autor. *-*
Esse ano, os movimentos literários me interessaram mais... Fiquei doida pelo Ultrarromantismo e agora, pelo Simbolismo. No ano passado, os únicos que me interessaram foram Trovadorismo e Barroco. O primeiro por ser da época medieval, e pelo "sofrimento amoroso", o "coitadismo" dos autores.O segundo pelos exageros e as antíteses (outra característica que eu acho bem interessante).  Lembro-me até hoje que tive que fazer um trabalho sobre "Arcadismo" e foi um saco ( ¬¬' )  Era muito sem graça, apenas a vida no campo e "carpe diem". Gosto de coisas mais carregadas, sentimentais, obscuras e misteriosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

desculpe, querida

desculpe, querida se minhas palavras são incontidas se meu toque te abomina se o meu sorriso e o meu corpo não são o suficient...