sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

- Desprovida de luz


- Do cinza para o negro. 
A cor da enxurrada. 
Para ser sincera, Não me importo nem um pouco. Amo divinamente a cor preta, carregada, "junção de todas as cores", de todos os pigmentos, traduz bem o que eu sou — o que eu realmente sinto.


O Blog ficará assim por enquanto, até não sei quando. Afinal, nunca dá para adivinhar como estará o nosso humor amanhã, não é? *-*


quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Carta de redenção.


Naquele dia, eu não sei como consegui reagir e ir embora.

Palavras, nunca foram tão ruins. Sorriso, o mais bonito que fosse, nunca foi tão cruel. Tudo ecoou, bem fundo em minha mente, e devorou as minhas forças – Até hoje, não descobri o que me te tirou dali.
Senti vontade de gritar, correr, perder-me naquele fim de tarde triste de domingo, e nunca mais me achar. Avalanches de emoções, e o branco apagou totalmente minha consciência por alguns instantes. Quando percebi, tudo já escorria pelos meus olhos arregalados. Minha boca se retraiu, jogando lá no fundo tudo o que eu queria dizer. Dei os primeiros passos; destruído. Algo muito importante estava a me rejeitar, e eu, ao menos sabia o porquê. Vasculhava na minha mente tudo o que já havia se passado, mas travei. Os segundos pareciam o infinito. Andei, fugindo da loucura, mas ela me perseguia, cheia de raiva. Sorte a minha, que ela não conseguiu me derrotar – ainda.

Hoje, após alguns meses vagando, atrás de respostas que eu não posso dar, mergulhando em hipóteses sem sentido algum, eu caio e deixo o tempo curar.

A solidão, ela nunca foi tão companheira.

Quem sabe um dia, eu possa descobrir. Voltar ao mesmo destino que eu sempre sonhei. E restaurar uma parte arrancada de mim.

_______

Eu, realmente, nunca coloquei tanto sentimento nos meus textos... Foi uma libertação agora ~.~

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

#Ato de amor


Hoje me convidaram sair, rir, ver o mundo e se "divertir". Porém, minha resposta foi um seco "Não".  
"Ah, mas, você nunca sai.".
Sair?Pra quê? Eu prefiro ir escrever. Escrever para me movimentar. Para libertar o meu eu. Louco, chato e egoísta. Minha alegria de toda a solidão, essa bela e insistente companheira. Preciso dela, cada vez mais, para me trazer os piores monstros, e forja-los em palavras. 

Escrever é um ato de amor. É um tapa na sua própria face. Deixar tudo sair, fluir, sem ter medo.


Guerreiros do fim do Dia.


______________

Anjo da Noite, Escondido nas sombras.
Eu sinto a tua presença
Sempre a me observar,
Durante minhas viagens à terra dos sonhos.
A Luz do dia, não me deixa te ver
Mas,escuto teus soluços pesados durante a tarde
E Eu preciso de ti, para completar-me — para completarmo-nos
Nas nossas ânsias no vazio.
Não tenha medo, eu sou igual a você
Estamos do mesmo lado, no escuro
Bradando para a lua
À procura de alguma luz.
Somos o resplandecer um do outro
Guerreiros do fim do dia
Travando batalhas infinitas 
Contra os nossos próprios mistérios.
____________

Eu voltei ao anjos? Sim,eu voltei.Senti bastante falta deles. Nunca vou me cansar.


segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Mais do que paixão - Albafica de peixes ♥

"Os espinhos condenam as flores ao perpétuo martírio da Solidão."
Shion Sobre Albafica
Personagem de Saint Seiya ~ The  Lost Canvas 
Apesar de não concordar que a Solidão é um "martírio", essa frase diz muito sobre a vida dura do Alba-chan. O personagem o qual vou falar um pouco agora o por que amo tanto. ♥

sábado, 25 de janeiro de 2014

#Sorry, just stay with me...


Desculpe-me.

Perdoe-me se já te fiz chorar. Se, Alguma vez, mesmo sem querer... Minhas palavras marcaram o teu coração. Se, por minha causa, lágrimas trespassaram os teus belos olhos. Em momentos de tristeza, e raiva por mim. Sei que nunca tive a intenção, mas, Sou humano e não posso evitar os erros. Ainda mais eu, egoísta, frio e que ando por caminhos incertos. Meu coração era revestido com a pior das armaduras, mas você, só você conseguiu alcançá-lo. Nunca pensei que um dia, poderia abrir-me para alguém. Foi repentinamente, sem hora, lugar ou data. Simplesmente veio. E continuará aqui.
Então, desculpe-me.

Eu só sou um amador, alguém que nunca experimentou esse tipo de "coisa". Espero que possa me amar, mesmo com todos os meus erros, meus defeitos e minhas promessas. , 
Afinal, Eu sou Humano, portanto, Imperfeito.



sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

#And The Sunlit Day & Moon....















**If I could be MARY JANE HOLLAND tonight... **


Aqui uma parte do livro "A Batalha do Apocalipse" que achei muito interessante, é uma conversa do Arcanjo Gabriel com Ablon, O Anjo renegado.
"(...) O Mensageiro descruzou as pernas e levantou-se do chão. Sua bela armadura era uma relíquia incrível, e também sua arma, a perigosa Flagelo de Fogo.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

#Nossa Sintonia


O toque, o cheiro, a cor. Você é como o melhor dos prazeres. Leva, brinca, mexe e traz à tona tudo o que mais me enlouquece. Os seus olhos; Negros, profundos que guardam o infinito, Atraem-me e me jogam no precipício de gostos distintos, cheios de ousadia e doçura que só você sabe compor. Turbulento, o teu corpo vibra, agarra-me e eu me delicio nas tuas loucuras. 

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

#Semana sem produções

achei esse carinha no Devian e me apaixonei por ele, parece com o Zeref que criei!  *u*
Esses minha última semana foi muito "improdutiva".  Odeio não ficar sozinha em casa para poder fazer minhas coisas em paz. Muitas situações me deixam agoniada e eu simplesmente não consigo me concentrar.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

#Cartas de fardo


- Não estou me sentindo bem esses dias. Há algo meio que incompleto no ambiente. Como se estivesse um imenso vácuo no meio da minha vida. Olho em volta, e só vejo pessoas vazias, mentes iguais, lugares monótonos. Monotonia desesperadora das grandes cidades — É tudo grande, cinza, quadrado, certo. Não sei se é minha visão frustrada com o mundo, ou se preciso enxergar cor onde não existe, como muitos fazem.

domingo, 19 de janeiro de 2014

#Aura dourada


________

Fios de ouro, cintilam a luz da manhã
Delicadamente pousados 
Sobre as flores brancas do jardim 
Aquela criatura dos olhos de céu
Tranquilos e cheios de inocência
O semblante de marcas rosadas 
A roupa leve como seda, arrastada pela brisa
Sua presença era uma dádiva
Como uma rosa, cheia de esplendor
Inundava todo o ambiente
Com a luz da sua poderosa aura
Ele fechou os olhos, toda a sua energia dispersou
O vento soprou violento,as rosas tornaram-se douradas
As folhas das árvores balançaram com força
Os pássaros voaram para longe
Ele não estava mais lá
Deve ter voltado para o seu mundo
Onde o dourado da sua aura
Transforma o mundo em pura
Vida, e júbilo pela eternidade.

________

Bom, é meio que um poema em referência ao meu personagem Freyr de G.R... Ele é como eu descrevi no aqui, poderoso, cabelos dourados, os olhos azuis... *-*


sábado, 18 de janeiro de 2014

# A batalha do Apocalipse - Impressões


Então... Depois de um bom tempo, eu terminei de ler o livro "A Batalha do Apocalipse... No começo, estava bem animada, por ter anjos, arcanjos, entre outros elementos miticos que eu acho interessante. Eu sempre demoro de ler alguns livros, principalmente um que tem ~590 páginas... Às vezes leio e releio, gosto de analisar um pouco, ou por que tem dias que eu simplesmente não estou afim de ler o livro.  Bom, Não sei fazer muito bem resenhas críticas, mas vou tentar resumir as impressões que eu tive dessa obra de Eduardo Spohr.

- No escuro sem fim



Com os olhos vendados,
Lágrimas rolando soltas e quentes
O destino, com sua frieza
Pousou suas mãos sobre meus olhos
Selando a minha vida, no poço sem fim
Gemidos surdos saiam da minha boca
Tentava gritar, mas não ouvia nenhum som
Meus músculos enfraqueceram
Sentir as pulsações do meu coração
Diminuir...Diminuir...
Até que meus olhos falharam 
E as pálpebras fecharam 
Nenhuma vibração, nem voz, som.
Apenas o desespero
A fúria, a cólera de alguém
Que foi massacrado por si mesmo.


A nova cor do blog remete a como eu me sinto agora... O cinza.. Por dentro estou assim.. Pálida, sem muito o que me agarrar.. Agora eu sei, meus templates serão de acordo com as minhas oscilações de humor. Com certeza se eu estivesse melhor amanhã ( que eu sei que não estarei .-.) Botaria algo mais claro, uma verde água ou azul celeste... Cores vivas. Mas, por enquanto ficará essa. :/    
Meus poemas estão cada vez mais mórbidos, não sei direito o que está acontecendo comigo. ._.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

#GoldenMoon, meu mistério



Por que GoldenMoon?

Bom, Essa resposta às vezes nem eu sei responder... 
A lua é um astro celeste que me encanta bastante. É tão bom parar e contemplar a beleza dela...Atribuem à lua significados místicos atrelados ao feminino. as nossas emoções e a inconstância do ser. Não acredito muito nessas coisas, mas, para mim, a Lua tem algo que nos puxa para ela, como se nos dissesse "Pare tudo e preste atenção em mim."  Tanto de dia e quanto à noite ela sempre nos atrai. Às vezes, quando é o comecinho da lua cheia, ela aparece com a coloração meio dourada e bem grande no céu... É um lindo espetáculo da natureza...
Então... A cor dourada, ela é bem vívida e rica... Como citei antes, a lua quando está dourada e grande no céu, na minha opinião, é a mais bonita... Mas, no dia em que fiz esse blog e botei esse nome, nem pensei nisso... Foi algo automático, esse nome me desperta interesse de alguma forma, acho misterioso, intrigante... A lua é tudo isso... E "dourada" a deixa mais viva e ainda mais enigmática. Adoro esse nome e, eu acho que vou carregá-lo xD




#Tramas de adolescente




Eu confesso;Confesso que já pensei em pegar uma grande mochila, estocar minhas roupas e sair pelo mundo. Andar milhas e milhas atrás do amor, mesmo com o medo de encontrá-lo. Procurar a minha vida, que eu perdi em algum lugar... Mas, o que eu quero mesmo é Sentar numa varanda, sentindo a brisa fresca da tarde de verão...  Ver o canto solene dos pássaros... Vagando, de olhos fechados, apenas aproveitando a sensação da calmaria. Sozinho, fugindo das coisas que eu queria poder enfrentar. Queria deixar tudo no passado e criar meu mundo, escondido em alguma dimensão que  só eu conhecesse. Eu, covarde e preguiçoso, olho para os milhões de caminhos e me perco, então, eu me encolho, e paro no mundo. O que tem de tão assustador lá no fundo? O Futuro? Nem eu mesmo consigo entender.



terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Soneto - Álvares de Azevedo


   Pálida, a luz da lâmpada sombria,
    Sobre o leito de flores reclinada,
    Como a lua por noite embalsamada,
    Entre as nuvens do amor ela dormia!
    
    Era a virgem do mar! na escuma fria
    Pela maré das águas embalada...
    Era um anjo entre nuvens d'alvorada
    Que em sonhos se banhava e se esquecia!
                                                    Soneto — Álvares de Azevedo
Eu adoro Àlvares de Azevedo, autor da segunda geração do Romantismo, o Ultrarromantismo ou "Mal do Século"... Identifico-me bastante com suas poesias.. Têm muita dor, sofrimento, obscuridade, temas os quais eu gosto bastante... O único livro que li dele foi "Noite na taverna", é pequeno, mas eu adorei... São vários homens em uma "taverna" — é tipo um bar — contado suas aventuras macabras e sangrentas... Quero comprar "Lira dos Vinte Anos", que são várias poemas do autor... Desde que eu comecei a estudar o Romantismo, Álvares foi o que mais me chamou atenção... Ele morreu com 20 anos e muitas de suas obras foram publicadas postumamente... Incrível, tão novo e tão talentoso.

"Sou o sonho de tua esperança, Tua febre que nunca descansa, O delírio que te há de matar!..."
Álvares de Azevedo

domingo, 12 de janeiro de 2014

#A fera das sombras


 Sentado no pico da mais alta montanha do leste
Lá estava ele, com seus olhos castanhos de lince
Sempre atentos, sempre cuidadosos.

Suas madeixas negras soltas,
Perdiam-se na escuridão frígida da noite
Seu porte era de uma fera, pronta para o ataque

Era o terror dos sete reinos,
O demônio escondido na mais bonita pele
Ou anjo que veio acalentar as minhas noites?

Da minha pequena janela, fugia do mundo ao contemplá-lo
Via suas pernas ágeis correrem pela floresta negra
Seus olhos brilharem em meio a noite

Ele era como o pior dos pecadores
Caçando, manchado de vermelho escarlate
Eu podia ver o seu peito marcado de dores

Não sabia quem ele era ,mas podia ver em seus olhos
O ar solitário de um guerreiro das sombras
Que rumava pelas montanhas, à procura do seu destino


Tenho fascínio por homens de cabelos longos, olhares castanhos, azuis ou verdes, principalmente verdes, dão um ar de mistério... Meus personagens a maioria das vezes têm olhos verdes ou cabelos longos ou negros.. :)

sábado, 11 de janeiro de 2014

Fairy, Where are you going?



Pequenos meninos e meninas
Com suas asinhas multicoloridas
Pintam os céus com sua alegria e festa
Luzes e cores de todos os gostos 
Sorrisos e danças de todos os jeitos
Raios de luz, alegria da manhã
Trazem o sol, e o tímido azul celeste
Brilhos da lua, pingam as estrelas, 
Produzem as luzes sublimes da noite
São a alegria, o amor, a felicidade
Esses pequeninos, que geram nossos dias
São os clarões divinos... 
Vivem em terras distantes, 
Onde o sol é mais esplendoroso
E a vida é regada de inocência e alegria...
Não, eu não acredito em fadas xD   Porém, é um tema que me encanta bastante! São fofos ♥
O titulo é dessa música aqui ♥   Chama-se Snow Fairy, e é da primeira abertura do Anime Fairy Tail ... Toda vez que escuto o início e o refrão dessa música sinto uma vontade imensa de chorar, não sei por que xD



sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

#Lágrimas dos inocentes


Vi aquele vento forte e frio bater em seus cabelos curtos e morenos. Senti calafrios. Sua boca se abriu lentamente, como quisesse dizer-me algo, mas você hesitou e se limitou a apenas a acenar e me olhar com extremo vazio em seus olhos — Negros, puros e sem brilho. Vi as lágrimas caírem em seu rosto, tentava adiar o adeus... Segurei suas mãos, com enorme pesar. Queria puxá-lo. Agarrá-lo, fazê-lo meu para o resto da minha vida. Tudo estava contra nós, para eles, nosso amor era proibido. Para nós, o nosso amor era como a vida. Não tínhamos certeza do amanhã; o que é o amanhã?

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

#Tons de amor




Tons de cinza escuro
Envolvem-me no estado mais desgostoso
Meu oco coração bate mais forte
Mas, a distância me arruína
Sinto meus músculos se retraírem
Ocultando meu mais profundo segredo
Estive aqui, com minhas divinas lágrimas
Aguardando meu corpo reagir
Porém, eu nada consegui fazer
Tons de vermelho rubro, assustam-me
A cor do sentimento, a face da candura
Por que tanto me fascina? 
Por que tanto me afasta? 
Eu queria mergulhar,
Mas, a minha mente se intimida
E eu fico aqui, a te observar
Enquanto minha vida se exaspera em tristeza.

Cores também passam sentimentos ;)




domingo, 5 de janeiro de 2014

#Melhores Mangás Yaoi ♥

Sempre quando eu falo que estou sem criatividade, algo interessante surge em minha mente...
Então, selecionei alguns dos melhores mangás que eu já li. São 6 ao todo, cada um melhor que o outro. ♥

♥ Confortos

Vontade de ficar assim o tempo inteiro nesse calor x-x
Estou sem muita criatividade para postagens diferentes, estou apenas com alguns textos... Esses dias eu tenho pensado muito, refletido bastante sobre a minha vida e algumas ideias minhas... E tudo acaba nesses últimos textos que postei aqui,  Minhas histórias andam a todo vapor e eu uso elas como refúgio para afastar pensamentos ruins, assim como os Yaois e a música ( que é uma ótima terapia ).  Às  vezes eu penso que minha vida é um droga, ou que é melhor ficar assim mesmo do que se frustrar, que tudo um dia pode melhorar, mas acabo sempre me perdendo nos pensamentos. Eu acho melhor esperar, esperar pra ver como tudo isso acaba. Se irei sobreviver, se estou pronta para o futuro. Eu não sei, é melhor parar e esperar.Não sei por que falo tanto de mim aqui, são desabafos e mais desabafos :/
Imagens como essa me confortam ♥ E muito! *-*
Vou procurar uns yaois para assistir essa semana, para me sentir um pouco mais carente com tanto amor ♥

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

#Somos Anjos 2



Amanhã será outro dia... Amanha será outro dia. Amanhã não foi outro dia. Os correr das horas não fazem mais diferença para mim. Meu penar não se foi. E as pessoas continuam as mesmas. Os olhares não mudaram, as palavras ainda ecoam em minha mente. Por que será que não podemos manifestar nossa liberdade sem sermos crucificados?
Eu só queria poder viver minha própria vida. Não ser fabricado, não superar as expectativas dos outros e sim, as minhas. Estive em uma linha tênue entre mim e o mundo, e escolhi seguir o meu próprio rumo. Mas, não esperava, não imaginava o pior. Não imaginava que a felicidade e o livre fossem incômodos, afinal, eu nasci para ser eu, não? É uma pena que nem todos pensem assim. Uma pena que nem todos consigam viver assim.
Quem sabe um dia todos se libertem. Todos se transpareçam. Todas as máscaras comecem a ruir. Cada um comece a viver o que planejou, o que desejou para si!
Sou um Anjo. Um anjo que deixou suas asas livres, e, agora, vejo-as manchas de sangue.


Uma vez, citei aqui que faria umas histórias sobre "anjos". Então... Acho que encontrei um caminho.
Aqui estão os primeiros "Somos anjos" :3

Linguagem do corpo

Os olhos voltados pra cima A boca seca Os lábios trêmulos  Os dedos que se fecham Meu corpo denuncia O que a palavra não r...