sábado, 1 de fevereiro de 2014

#Feliko! Queridinhos ♥


Ontem à noite, final da novela Amor à vida, aconteceu o "TÃO" esperado "Beijo Gay" entre Félix e Niko, interpretados pelos lindos Mateus Solano e Thiago Fragoso, respectivamente. Par esse, que, praticamente, OFUSCOU o casal principal (sem sal nem açúcar ) Paloma e Bruno, interpretados por Paola Oliveira(xD) e Malvino Salvador.



Eu, como uma boa fujoshi, já shippava — arduamente — o casal há algum tempo e claro, torcia por um beijo. Que fosse pelo menos um selinho, não quis criar muitas expectativas, a emissora Rede Globo nunca passaria uns beijaços como esses aqui , transmitidos em uma novela argentina chamada "Botineras", também do horário nobre. Eu NUNCA, nunca mesmo acompanho novelas da Globo, são rasas e superficiais, mas, esses dois me chamaram atenção.
Sim, para mim foi apenas um beijo. Simples, bonito e super fofo entre dois homens. Na novela acontecia coisas muito mais pesadas e não geraram tanto alvoroço. Sei, sei, foi uma coisa "inédita" nessa emissora, mas, o que tanto assusta? Félix era vilão, fez várias coisas erradas por ser rejeitado pelo pai, mas conquistou o público pelo carisma e pela SUPER atuação do Mateus Solano. Niko fora traído pela sua melhor "amiga" e seu parceiro, e começou a se 'aproximar' do Félix que se redimia dos seus pecados. A relação deles foi mostrada de maneira bem natural, duas pessoas que se gostavam, com carícias, ciúmes, olhares e, no final, só no finalzinho um beijinho, pois, como minha irmã disse: "Afinal, quem ama, beija!"; e até constituíram família, com dois filhos, um adotado e o outro do Niko. Mostrou que uma relação homossexual é como qualquer outra "normal", com paixão, desentendimentos, BEIJOS.
Muitos reclamaram, diversas pessoas torceram, foi um grande acerto da Globo passar esse beijo e desenvolver o relacionamento dos dois. Pode vir a trazer a reflexão, uma maior aceitação — mesmo que seja apenas uma novela — mas é cedo para dizer isso. Eu espero, espero mesmo que tenha plantado uma sementinha de consciência na ignorância e no preconceito dessa sociedade doente que vivemos hoje.
Foi difícil para mim engolir algumas pessoas aqui em casa dizendo que não era "normal". Não quis discutir, eram 3 contra 1, mas fiquei bastante triste com aquilo, mas tudo o que eu posso fazer é respeitar, né?
O respeito deve vir de ambos os lados, assim que os civilizados vivem.


Então, finalizo com essa cena linda, que, apesar de não ter sido o beijo que eu queria, foi linda ♥




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Just another day...

Oh, eu aceitaria umas duas ou três Ou outras maneiras de viver Mas hoje eu não vou ser tão dura comigo mesma Eu vou caminhar so...