quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

#Paraíso perdido


"O que é um anjo sem as suas asas?"
É essa pergunta que me assombra todas as noites
Não sei como cheguei até aqui
Só sei que queria voltar  para minha ilha de sonhos
Todo dia quando deito em minha cama
Todas as nossas lembranças do paraíso perdido me invadem
Sou um anjo, perdido na terra dos enganos
Meu lugar não é esse, é onde eles nunca alcançarão
Os fados, engolem seus sonhos
Estou preso, sem minhas asas para voltar
Sinto falta dos cheiros, dos gostos, da alegria
Ficaram todos lá em cima, e o real me afasta
"O que é um anjo sem as suas asas?"
Sei que um dia poderei voltar
Ascender e voltar para as primaveras
Aquelas que me trazem os mais belos sonhos
Nas minhas noites nessa Terra de ilusões,
E dor.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

desculpe, querida

desculpe, querida se minhas palavras são incontidas se meu toque te abomina se o meu sorriso e o meu corpo não são o suficient...