quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

#Poesia do céu


Sereno e escuro céu
A dança inquietante das estrelas
Minhas poesias — minha agonia na ponta da caneta
O som das cigarras, soam em meu ouvidos
Acalma o grito da alma
Debaixo do véu prateado da lua
Apenas eu e minha solidão
Despejando minhas lágrimas nas folhas do meu caderno
Pousado delicadamente em meu colo

Ninguém mais veria aquela dor
A não ser o brilho da lua e das estrelas
Vesti minhas sombras em poesia
Sorte que a noite estava bela
E me conseguiu arrancar um sorriso.
A poesia do céu acalma
Até mesmo o mais infame dos poetas
Que não sabe escrever sobre outras contendas
A não ser de sua própria desgraça

*** Terminei de Assistir WataMote! Muito bom aquele anime ♥ Vou para Tyger & Bunny
Acho que sou meio masoquista ._. Escrevo sobre minhas próprias dores, só para tentar esquecer ... '-'



Nenhum comentário:

Postar um comentário

PERDÃO

Eu deveria pedir perdão A mim mesma. Pelas histórias inventadas Os sentimentos perdidos E as palavras mal explicadas Eu deveria p...