quarta-feira, 16 de abril de 2014

#Indefesos



Vejo os rastros de sangue
Rosas vermelhas, atiradas pelas janelas
O choro da criança, agarrada ao seio
Tiros disparados, os inocentes enjaulados
É o silêncio das ruas, trouxe o mundo das sombras
Os monstros uivam em suas tocas
E saem ao fim do dia
A cidade mergulha em medo
Somos reféns, sem direto à defesa
Esperando os céus para nos proteger.
Pobres coitados, parados
Vivenciando o medo,
Sem o poder de crer,
Que há um mundo melhor lá fora.

_______

Horrorizada aqui! A PM da Bahia parou e minha cidade morre um a cada hr :O
Pode nem por os pés fora de casa... Minha escola parou... E agora com a Semana Santa, Feriados e Micareta vou ficar alguns dias sem aula D:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Just another day...

Oh, eu aceitaria umas duas ou três Ou outras maneiras de viver Mas hoje eu não vou ser tão dura comigo mesma Eu vou caminhar so...