quarta-feira, 16 de abril de 2014

#Minha maior dúvida


" Deus? Essa é a maior dúvida que eu tenho. Não quero ele só para mim, quero para todos."

Dentre todas as dúvidas que tenho, eu acho que a figura de Deus é a maior delas. É incrível como, na hora do desespero, eu clamo por ele, mesmo que, quase todos os dias, eu me pergunto sobre sua existência. Sei que, no fundo, eu acredito em algo mais elevado, sábio e desconhecido, o qual todos os humanos tentam enxergar e sentir. Acho que isso explica o fato de que ( eu acho ) todas as sociedades existentes tiveram deuses e explicações para o desconhecido. Porém, quando eu olho para o mundo, vendo pessoas dizendo que são agraciadas e abençoadas por "Tal" ser, digladiando-se umas com as outras para ver qual é o melhor deus; enquanto outros morrem em guerras, passam fome, sede, todos os dias, penso se realmente há alguém lá "em cima" que cuida de nós. Já vi tantas explicações, tantas teorias, tantos absurdos religiosos. Uma hora, temos que parar e pensar, será tudo verdade? Ou uma simples ilusão das nossas mentes? É tal difícil, Quando somos pegos como patinhos pelo ceticismo, quando não estamos cegos pelos dogmas, que são "implantados" em nossas mentes desde pequenos. Porém, será que vale a pena viver para sempre cego? Eu prefiro viver na eterna dúvida.

Cheguei a dizer que era deísta. Hoje, acho que não sou mais nada. Deus pode ser milhares de possibilidades, ou pode ser nada. Apenas uma "proteção" para os nossos anseios, ilusão criada por nós mesmos. Ou, pode estar lá em cima, pelos lados,  rodeando o universo, esperando que sua humanidade criada tome algum rumo e comece a se amar e respeitar, como ele sempre quis. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criança liberta

Queria ser criança liberta Criança nascida do verde louro Que grita aos sete ventos E pula de pés descalços  Sobre a terra ...