domingo, 31 de agosto de 2014

- Insanidade.


Sabe, às vezes me sinto tonto
zonzo, enxergando cores,
- Cores que não existem.
Às vezes tenho surtos
Surtos que parecem sonhos malucos,
Onde eu queria sumir, em pó, 
E raiar como uma folha, 
Totalmente em branco.
Às vezes meu real parece 
Apenas medo,
Apenas berros,
- Só ouço o horror em minha voz.
Queria eu estar são de espírito
Tremem meus sentidos,
meus pensamentos,
E, também, meu passado doente.
Quero que essa minha insânia dissipe.
Antes dos eclipse total,
dessa minha alma insistente.

--------------

Quantas rimas D:  Não gosto muito, mas às vezes acabo construindo algumas.... Mudei o Header de novo, mas agora é pra valer! Amei esse atual e vai ficar durante muito tempo !

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

- Meu precioso está de volta!! ♡


Depois de meses longe!! Estou com meu precioso PHOTOSHOP de volta!! *-* Nem estou acreditando nisso, tenho que me preparar psicologicamente para não mudar o blog todo santo dia ( como já faço)... Esses 3 meses (eu acho..) Fiquei totalmente dependente do Photoscape... Acabei descobrindo até umas funções legais no programa, mas não chega muito perto do tanto de funções que encontro no PS... É um programa muito poderoso em questão de edição de imagens e eu adoro ficar fuçando nele o tempo inteiro *-*
Já baixei alguns Styles no DeviantART e estou só aproveitando as diversas funcionalidades.... Nesses tempos baixei muitas imagens novas e quero usá-las para edições e postar aqui no blog... Deixa tudo mais fofinho e arrumado.... E, usando os styles, fica tudo muito muito mais cute

Sena Izumi *u*

Junjou ♥



Com dá pra perceber, o atual tema do blog é Junjou Romantica. Estou testando alguns themes, e, principalmente o cabeçalho... Eu gostei desse, mas acho que ainda falta alguma coisa! E, o pior, agora que estou com o PS, estou pensando em mil possibilidades, mas alguma hora vou ter que me controlar :P




terça-feira, 26 de agosto de 2014

- Borboleta Azul



Se eu pudesse voltar ao começo
Despontar, a raiz de tudo;
Voltaria ao que eu era antes.
Nunca mais, encontrei os traços
Dos tempos de outrora, 
Onde tudo parecia ter sentido.
Turvos - e, agora está tudo às escuras 
Queria transcender daqui e,
Encontrar o meu nome,
minhas lágrimas,
meus sorrisos
minha história que mais parece perdida.
Tudo parece tão distante,
Não sei mais onde estive, 
Ou, onde estou. 
Eu poderia ficar bem,
Se pudesse ser aquela pequenina.
Pequenina borboleta azul na minha janela
E, bater as asas,
procurando de jardim em jardim
O paraíso onde em possa
Me reencontrar.

domingo, 24 de agosto de 2014

♡ Free! Mais do que paixão ♡



Free! Ah o que tenho a dizer sobre Free....
Lembro-me muito bem do alvoroço no meio 'yaoi' por causa de um teaser divulgado no inicio de 2013 no youtube! Virou febre! "Swimming anime" ganhou o coração das fujoshis com apenas 30 segundos e, segundo boatos, até abaixo-assinado para a Kyoto Animation foi feito para que transformassem isso em anime.

E, para a alegria de todas as amantes de bishounen's, shounen-ai, shipper's yaoi, a primeira temporada de Free foi lançada em julho de 2013, verão japonês! Todas [ e todos ], ansiosos e animados para a estreia e, chegou muito bem recebido, principalmente pelas meninas. A não ser os garotos mimizentos por causa da fanservice para garotas, mas não vem ao caso agora. 


A história singela de amizade entre garotos, explodiu no ano passado, conquistando seu espacinho entre as otakus e, principalmente, entre as fujoshis, como yo. Makoto, Haru, Rin, Nagisa, e logo depois, Rei, são o reflexo de como afeto entre garotos pode ser lindo, como em qualquer outra amizade, e, o quanto precisamos romper algumas lacunas do passado para poder redescobrir os laços e aproveitar o presente. Além de render um boa shippagem. Juntando a isso, a paixão de todos os 5 rapazes, a natação. 
 Eu, não posso negar, comecei a assistir Free, simplesmente porque achei os garotos lindos ( xD ) Porém, assistindo aos episódios da primeira temporada, comecei a me apaixonar pela história, que é emocionante em alguns pontos, principalmente  a relação Rin x Haru. Claro, meu lado fujoshi sempre esteve atento, mas, a história dos meninos é adorável, apesar de ser um anime de esportes(coisa que odeio), com um pouco de slice of life ( animes um pouco parados), ficava ansiosa para assistir os próximos episódios, querendo saber em como tudo se desenrolaria.

Agora, na segunda temporada, Free!! Eternal Summer,temos a graduação de Makoto, Rin e Haruka, então há algumas dúvidas e incertezas rondando a mente dos meninos sobre seus futuros. Novos personagens, Sousuke e Kisumi chegaram com algumas histórias do passado, e prometem  'abalar' a relação dos garotos. Eu, sinceramente, acredito que Sousuke é o que mais vai interferir, como já anda fazendo nos últimos episódios. Kisumi acabou de chegar, então... Não sabemos muito bem o que ele quer.


Bom, agora falando de Shipp's.... Tenho certo apego por Rin x Haru, nunca simpatizei com o Makoto, sei lá o estilo 'fofinho e lindinho' dele não me agrada. Gosto do jeito meio que desinteressado do Rin. Na primeira temp. foi meu principal shipp, junto com Nagisa x Rei. PORÉM, na segunda temp. a chegada do lindo Yamazaki Sousuke, deixou meu coração fujoshi um pouco abalado, ele e o Rin combinam demaiis!  Até agora, vi muitas pessoas dizendo que odeiam o Sou-kun e eu até já sei o porquê. Ele faz o tipo de seme possessivo. Estou quase me virando para  lado de MakoHaru, a relação dos dois anda tão (♥).... Nagisa e Rei continuam na mesma, sendo fofos. Algumas Fanart's que adoro de paixão ♥

Makoto e Haru *-*

hm... Sousuke! ♥


Rin e Sousuke

Nagisa e Rei :3

Infelizmente, acredito que essa seja a última temporada do anime. Free não tem mangá, é uma produção original, então... Não sabemos se será adaptado ou não :( Tem a Light novel, mas eu não gosto muito de ler assim ;/ Free desde que estreou entrou para o meu Hall de animes favoritos! E tenho certeza que nunca vou esquecer da amizade linda dos garotos ♥


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

♡ Sinceramente, não sei o que é paixão ♡


4 dias sem um post! Parece até uma eternidade!
Bom, começo de mais um 'período' escolar e já começa com mil e uma coisas pra fazer [eta, exagero], mas estou aqui, procrastinando. :)
Bom, na verdade, queria desabafar hoje aqui [como nunca mais fiz]. Não sei muito bem por onde começar, mas vou relatar algumas coisas que andas rodeando meus pensamentos esses dias.  



Sabe, certa vez eu disse aqui em um post, que nunca tive uma experiência de amor, o que é a mais pura verdade. Nada de sentimentos fortes,cheios de mi mi mi's, bla bla blás, e outras coisas do gênero. Tudo que tive sempre foi sossego em relação a isso, e tenho certas dúvidas se é algo bom para mim ou não. Porém, de uns tempos pra cá, percebi que há algo no meu inconsciente gritando através dos meus sonhos para fugir. Hoje mesmo, me peguei fantasiando 'coisas' [ prefiro nem comentar... xD ]. Como não tenho muita experiência, não muito sei como é 'o sentir' a paixão. Digo, ter a sensação em mim, pois como acontece esse sentimento, conheço muito bem através de livros, filmes, relatos e bláh. Então, estou cheia de dúvidas aqui dentro. Sinto-me estranha, forçando-me a não pensar certas coisas, mas, ao mesmo tempo, desejando [muito], poder realizá-las. Será que é assim? Acho que só com o passar do tempo eu irei descobrir.
Mas, sabe o que é pior pra mim. É me sentir assim e, depois, descobrir que era só aquele sentimento FORTE de amizade, e somente eu estou confundindo TUDO. Ainda mais, ele é uma pessoa super relax em relação a amizades, e [segundo minhas observações], não demonstra interesse, assim como eu. Hmm, nunca se sabe. E, eu como pessimista de carteirinha, quase nunca crio expectativas. Sabe, é bom se prevenir dessas ilusões, algumas coisas podem nos machucar demais! E, tudo que mais desejo, é poder sair dessa sem muitos arranhões [É difícil, mas nunca se sabe].

É tão louco falar da vida aqui ♥ Meu blog tá tão gay [ fofo ], cheio de corações, cores pastéis, quero botar mais brilho aqui ♥

Lana pra terminar *-*





segunda-feira, 18 de agosto de 2014

- " Real e dourada..."














" A lua. Sempre esplêndida no céu. Arrojada de bastante brilho, entoando um cântico de fascínio aos mais centrados.Contornada por fases, às vezes exuberante e cheia, outras vezes, escondida e escura. Sua essência. Adversa. "


GoldenMoon. Um nome ao acaso, vindo subitamente, acredito que em uma tentativa desesperada de encontrar a mim mesma [ sim, hoje irei falar no feminino ]. Não sou esplêndida, bela, exuberante como a lua. Nem, real e dourada¹, como na sua mais bela fase, a Cheia; mas, suas faces controversas e místicas certas vezes lembram partes de mim. Não sei devido à minha fase de mudanças, em meus 17 anos, mas, há algo em toda mulher que é contraditório e, tento entender isso através da lua. Cheia, minguante, nova, crescente. Certas horas tudo vem à tona, outras tento me retrair, preparando-me para mais um show. É algo estranho, meio desatinado, mas que me instiga alguma vezes.  Esse nome, "Lua dourada" algo que pode mais ser traduzido como, astro opulento. Será que sinto-me assim por dentro? Opulento, no sentido de abundante, que se cintila, emite luz. Mas, em sua timidez, tenta se contrair. Ora, ora, o que seria essa luz? Algo que poderia ser descoberto por todos, algo que eu, poderia muito bem deixar incidir. Mas, são "eu's" demais que não consigo expandir para os outros. São sentimentos adversos demais para os outros. Alguém compreende a misticidade da lua? Acredito que o que é místico não deve ser descoberto. São meus mistérios.
Por isso, apenas uma das minhas faces é conhecida.


Aqui, tento expor tudo o que tenho em palavras. Porém, meus mistérios, ressoam ao vento. Tento jogar palavras e encontrar caminhos, mas são rodeios, e mais rodeios. E até hoje não sei onde parar. Talvez, seja melhor continuar assim. Afinal, mistérios, são mistérios não?  Toda essa minha adversidade vai continuar aqui, ali, sem ser desmitificada.



¹Real e dourada : Referência à música In the Dark, Sonata Arctica. Sei muito bem que a lua não é dourada, mas essa expressão pra mim significa, verdadeiro e esplêndido.


Mas, quem é essa doida que tenta se comparar à lua? Ah! 

domingo, 17 de agosto de 2014

- "Sombras de Mim..."




Eu não sei mais por onde ir.
Por qual caminho devo correr
Em qual forte devo me escancarar
- Fechei meus olhos.
Esperando o desespero ruir
Mas, o que recebi foram apenas sombras
- Sombras de mim.
Não acreditei ser mais humano.
Mais completo - o que eu mais poderia ser?
A paixão não mais funcionava
Não mais me arrastava.
Os sonhos - Ah! Tão belos sonhos.
Transmutaram-se em monstros sombrios
Que atormentavam as minhas noites.
Não sei mais para onde ir.
Perdi o meu lugar.
Todo o meu ser.
Que não sabe mais se encontrar.

---------

Domingo desmotivado :(



quinta-feira, 14 de agosto de 2014

-"Permita-se..."


Nas minhas terras eu posso ser o rei
Posso ser o bobo
Posso ser apenas um plebeu.
Nas minhas terras posso ter a coroa
Ser um herói.
Um andarilho.
Estar no topo de um castelo, ou,
andar pelas vielas de pedra das cidades.
Posso criar minhas epopeias
Meus cantos épicos
Que apenas eu consigo entoar.
Posso ter todas as riquezas 
Posso ser o mais infame dos homens
Ou o mais glorioso deles. 
Bradar pelas montanhas,
Pelas pradarias
Vales, nos rios.
Em qualquer lugar - ou, ser,
que eu permitir louvar.
------

Eu posso ser o que eu quiser, na hora que eu quiser. É só imaginar. ♥
Semana de provas já se foi, mas vem trabalhos por aí. Estou cansada já dessa rotina, mas é a vida né? Reaproveitei uma imagem de um dos post's que eu exclui :3    



segunda-feira, 11 de agosto de 2014

- News *












Own, my Blog!

Depois de um dia do estudante sem absolutamente nada para fazer, tive um bom momento. Sei, prometi a mim mesmo não citar mais nada sobre projetos aqui, mas consegui recuperar um dos meus projetos! *-* Estava chateada, mas fiquei tão feliz em relê-lo, acho que vou retomar.
Então... O último post é uma nova tag que eu senti vontade de fazer. Lyric's. Música é uma algo importante pra mim, então, vou começar a postar trechos aqui no blog   A primeira foi a genial Bloody Mary ( a qual já fiz uma interpretação aqui ) Não vou postar todos os dias, mas sempre que eu puder - e lembrar - vou fazer.

"Só queria te enrolar aqui
Em meu peito
E não mais te deixar assim,
Sei que tu precisas de sossego
Que tudo está tomando conta de ti
Permita-se, 
Grite.
Não se esconda...
Posso te ter aqui..."

Trecho que parece até letra de música (:P) Mas, é só algo que to sentindo no momento. Sabe, tem horas que tenho vontade de salvar aqueles que amo muito. Mas, o corpo fica inerte. Sem saber o que fazer....





- Lyric's 001: "Bloody Mary"

Bloody Mary - Gaga













- Lyric number ONE. 

sábado, 9 de agosto de 2014

- Projeto ~












Bom, Decidi apagar todos os post's com trechos do meu projeto. Não, ninguém me plagiou ( pelo que eu sei né xD) Mas, apaguei porque eu acho que não é TÃO necessário falar sobre isso aqui. Quer dizer,  é um blog meu, sobre coisas minhas, mas... Esses projetos são pessoais demais, e, muito amadores. Tenho que 'amadurecê-los' antes de postar mais. A tag projetos, antes tinha 26 postagens, apaguei umas 20. Todas continham trechos e desabafos sobre os meus 'avanços', mas não quero mais expor. Deixei apenas minhas fanfics - que, de certa forma, são projetos meus de escrita.
Um deles, Rosa Dourada, está no final. Bem no final mesmo.


Apesar de não querer mais postar, esse trecho aí de cima, só vou colocar porque é o final. Eu pretendo terminar ainda esse ano, mas, antes vou fazer muito mais coisas. Tipo revisar, reescrever algumas partes. Não vou publicar, nunca mesmo, é só para o meu bel-prazer. Há muito, muito de mim em um arquivo Word de mais de 200 páginas e tudo que eu quero é estendê-lo pelo resto da minha vida. Acho que essa também é uma das razões que não postarei mais sobre eles. É tudo eu, eu eu, somente eu. Assim como esse blog também é, mas os projetos são "eu's" demais. É muita loucura e besteira, eu sei, mas pensei, e, em um lampejo me veio essa ideia. Quem sabe, um dia eu volte a falar sobre? Né? Fiquei com uma baita raiva de ter perdido metade de um outro projeto e, agora tenho que cuidar para não perder o meu principal. Dias escrevendo para nada... Mas, vamos seguir a vida não é? Tenho alguns rascunhos em cadernos e posso reescrever e, até fazer algo melhor, não?!

Bom, era só isso mesmo. ♥ 



sexta-feira, 8 de agosto de 2014

- Versos íntimos - Augusto dos Anjos.


Versos Íntimos
Augusto dos Anjos

"Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.
Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.
Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!"

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

- "Todo o meu querer..."












- Quero encontrar-te em um botequim
e esquecer o correr das horas
sentido o doce cheiro de café,
* combinando com a acidez da tua voz * 
- quero definir-te em meu corpo
sinuoso corpo; em uma tarde fria
* esquentando-se no calor nosso *
aquilo que somente nós dois poderíamos decifrar.
- quero perder minha sensatez e,
depositar toda a minha razão
* em uma caixinha escura * 
e escondê-la debaixo dos nossos lençóis. 
- quero experimentar-te só meu
* ter-te só meu
será que posso resistir? 
Meu bem, espero-te aqui
- com meu amor imensurável,
como um louco entusiasta
* que sonha realizar
todo o seu querer.


- Queria saber de onde tiro tantas ideias sobre amor. Amanhã acabam as provas! ô/




terça-feira, 5 de agosto de 2014

- " Fulgor.."



Batalhas perdidas,
feridas costuradas
fazem parte das escolhas
o que eu não posso dizer 
- e nem quero dizer
é que deixe para trás
tudo aquilo que mais amei
que mais senti
e, sempre desejei.
sonhos foram feitos para viver,
nós somos feitos
para lutar.


Apenas um trechinho para  não deixar o blog às moscas. Época de provas é sempre tão corrido.  


Chamam meu nome?

Entendo aquele olhar Chamam meu nome lá fora? Entendo aquele toque Chamam meu nome lá fora? Não há futuro para mim aqui dentro Não...