quarta-feira, 12 de novembro de 2014

- Insurgir




Surgi sobre as luzes vermelhas,
Como os últimos raios,
das tardes de verão.
O fim de tudo,
Aparecia-me como preludio,
do inicio, no berço.
Desapareciam as chamas,
Caiam os disfarces,
e Eu, crescia das cinzas.
Agora, pareço tão quente
Quanto as chamas,
Que trouxeram-me de volta.
Tão brilhante,
Crepitando em tons azuis
Um caminho de lumes cintilantes.



2 comentários:

  1. Adoro a combinação do vermelho com o azul... Especialmente em poesia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. adoro fazer combinações de cores em meus poemas... vermelho então... evoca vivacidade :3
      muito obrigada pela sua visita AiA

      Excluir

Momento difícil

Difícil perceber o momento em que não vê ninguém pra desabafar. Ninguém parece te compreender muito bem. Ninguém demanda teu tato ou te...