sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

- Pedaços



desmanchando em pequenos
leves, picadinhos de papel
na água morna - quase fria
do mar salgado, que escorre
por meus olhos negros.
negros e fundos, 
com uma profundidade 
vazia, cínica
a gritar por sossego e,
alento.
escorre e desmancha
os pequenos recortes
dos dias pincelados,
sobre as paredes descascadas
escancarado as antigas
- faces,
 de meus pesadelos.

No último post falei da minha falta de inspiração, mas, sabe como é ,né? :p



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Imagem

Há uma imagem de mim Há uma imagem de ti Há um sentimento de nós O encontro, onde está o confluir? Um pedaço aqui O...