sábado, 21 de março de 2015

- O outro


O outro - e seus ares de perigos
Parece mais fácil, mais lindo
Não mais terei você ao meu lado
E, eu não posso mais chorar,
Por quem apunhala
E renasce - em outro amor.
Estou sozinho - e aquele cheiro, a fúria
Não mais avivam meus olhares,
Olhares que se perderam - jogados aos céus
Da noite em que você se entregou
E me deixou aos sete infernos
Olhando-me de lado,
Desejando-me redenção
Para esquecer o seu amor


 *Quis mudar a minha ass. , adoro gif's *-



Nenhum comentário:

Postar um comentário

desculpe, querida

desculpe, querida se minhas palavras são incontidas se meu toque te abomina se o meu sorriso e o meu corpo não são o suficient...