segunda-feira, 9 de março de 2015

Prosa do Dia - 09/03/2015


Hoje! Hoje foi o tão esperado dia. O primeiro dia na universidade
Acordei meio que pensando... "Nossa, não quero ir, vai ser um chatice, não vou me enturmar" etc etc (milhões de etc's) eu sempre passo para o lado do pior, sabe. Acho que vou ficar sozinha, que não vou conseguir falar com ninguém e, etc's. Porém, foi bem diferente do que eu pensava! (AMÉEEEM) Como eu já tinha contato com uma das ~calouras~(ela foi minha colega de classe ano passado), e essa minha coleguinha já conhecia outra pessoa, começamos a conversar e... Put'z, muito bom! Depois, chegou um garoto querendo conversar conosco e passamos quase o dia inteiro ~socializando~. Bom, mas, porque estou relatando isso? Praticamente, eu nunca consigo conversar muito  e hoje parecia tão fácil, que foi até estranho! Como um de nós comentamos durante as conversas "Parece até que somos amigos de infância... rsrsr" Foi bom, bem divertido mesmo *-* Espero que isso continue!

Então, essa semana não teremos aula. É, basicamente, uma semana de integração (já falei aqui antes ~) Hoje tivemos apresentação do curso e dos discentes (alunos~) Fiquei um pouco nervosinha, mas acabei falando bem, mas, porém, entretanto, contudo, todavia, eu acabei soltando algo que não devia (Tinha que acontecer!!!) Bom, perguntaram o que eu mais gostava de fazer. Minha resposta: "ler, dormir, escrever poesias (deveria ter parado aqui), Escrever muitas poesias, escutar músicas, essas coisas..."" Só ouvi os gritinhos, e fiquei morrendo de vergonha depois. Queriam até que eu me apresentasse no sarau, para declamar alguma poesia minha. Falei que era algo meio que "meu", bem pessoal, mas PUT'Z, porque eu falei aquilo!!?? Na verdade, eu falo para qualquer pessoa, se me perguntarem o que eu gosto de fazer - escrevo, até mesmo publico aqui, mas não divulgo. Porém, não gosto de declamar, mostrar, sabe... Estou até com medo desse sarau o.O Vou só observar.
O ambiente lá, claro, é totalmente diferente. São outras pessoas, professores, módulos, etc. Eu e me colega estávamos comentando que, poxa, parecíamos crianças que ainda precisavam de maturidade para estar lá. Como se estivéssemos meio ~perdidos~. Mas, acho que isso é só o começo. Vamos ainda nos integrar mais à universidade e, aos poucos, conseguimos nos acostumar. É bom estar feliz com o início de tudo, mas, quando começar o sufoco...!! :/
Apesar de pensar muito sobre a universidade, claro, tenho pensado também em meu blog. Eu preciso produzir poesias, escrever meus trechos e destilar o que sinto. E, como já disse aqui (mas, é bom frisar), não sei como será daqui para frente. Vou tentar, pelo menos, fazer 1 post e poesia por semana. Não é possível que, pelo menos no sábado ou domingo, eu não posso ter um tempo para descansar e pensar sobre mim. Enfim, nessas horas eu vou tentar produzir alguma coisa e postar aqui. Não vou abandonar... Afinal, aqui é minha casinha ♥



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criança liberta

Queria ser criança liberta Criança nascida do verde louro Que grita aos sete ventos E pula de pés descalços  Sobre a terra ...