quinta-feira, 23 de abril de 2015

estranhos em mim.


estranhos em mim.
mal conheço,
mas os amo
fazem parte daquilo que sou
que fui - serei.
por isso,
estou sempre a me descrever
rasgo,
trago,
bebo!
e, assim mesmo,
não me satisfaço!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chamam meu nome?

Entendo aquele olhar Chamam meu nome lá fora? Entendo aquele toque Chamam meu nome lá fora? Não há futuro para mim aqui dentro Não...