quarta-feira, 22 de abril de 2015

Vivem em nós, inúmeros - Ricardo Reis



Vivem em nós, inúmeros;
Se penso ou sinto, ignoro
Quem é que pensa ou sente.
Sou somente o lugar
Onde se sente ou pensa.

Tenho mais almas que uma.
Há mais eus do que eu mesmo.
Existo todavia
Indiferente a todos.
Faço-os calar: eu falo.

Os impulsos cruzados
Do que sinto ou não sinto
Disputam em quem eu sou.
Ignoro-os. Nada ditam
A quem me sei: eu 'screvo.

Ricardo Reis ( Fernando Pessoa )
 Encontrei essa maravilha em um Blog que gosto muito, o Canal de Poesia :)




2 comentários:

  1. Respostas
    1. Encantei-me por essa poesia assim que bati o olho nela ♥ Linda demais, né?!

      Excluir

Chamam meu nome?

Entendo aquele olhar Chamam meu nome lá fora? Entendo aquele toque Chamam meu nome lá fora? Não há futuro para mim aqui dentro Não...