sexta-feira, 24 de julho de 2015

encolha e escute.


desligue o rádio
feche as janelas: esqueça o sons das cidades
abaixe tua voz: encolha,
encolha-a bem,
até estar apenas em sua mente
ouviu? sente?
siga, siga estas ondas, mas
cuidado! não vá tão depressa.
caminhe por estes sons pesarosos,
pare, escute a voz que te chama aí dentro,
sente?
ela pode até ser estranha; dolorosa,
mas é tão acolhedora,
nunca mais vai querer abandoná-la.



4 comentários:

  1. Escuto tanto essa voz interior que às vezes me farto dela... Mas, abandoná-la de fato é que não quero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouço, discuto, brigo, rasgo-me com ela... Mas, abandoná-la... Nunca.⌒.⌒

      Excluir
  2. O em si mergulhar profundo mostra ao homem quão pequeno é o mundo.
    GK

    ResponderExcluir

Chamam meu nome?

Entendo aquele olhar Chamam meu nome lá fora? Entendo aquele toque Chamam meu nome lá fora? Não há futuro para mim aqui dentro Não...