domingo, 5 de julho de 2015

.equilíbrio

Angelo Caduto - Roberto Ferri


Não me importo mais com as imperfeições do meu corpo. Quem inventou o perfeito e o imperfeito, afinal?Não curo mais a minha alma... Ela não carece de cura, nem pena. Ela  precisa de colo. Precisa de um corpo que a acalente. E esse corpo pode ser o que quiserem dizer. Ele só precisa estar em sintonia... Com todas as manias de sua alma.



Um comentário:

  1. Míopes, vemos como objetivo o que deve ser consequência.
    GK

    ResponderExcluir

Chamam meu nome?

Entendo aquele olhar Chamam meu nome lá fora? Entendo aquele toque Chamam meu nome lá fora? Não há futuro para mim aqui dentro Não...