quarta-feira, 19 de agosto de 2015

.branco



parecia dia,
há algo a ferir minhas pálpebras
e um vento como brisa
lava o ambiente e eleva-me
mas meu corpo não se move,
os olhos continuam fechados e
permaneço aqui, entre flores e monstros
tento, e quando consigo
meus olhos estão turvos,
finalmente percebo:
o mundo me desertou, 
vejo-me entre espaços em branco.

não há mais caminhos para mim.

2 comentários:

PERDÃO

Eu deveria pedir perdão A mim mesma. Pelas histórias inventadas Os sentimentos perdidos E as palavras mal explicadas Eu deveria p...