sexta-feira, 7 de agosto de 2015

.chamas eternas




Vejo chamas a cada ponto
O céu brilha, lumes tons de ciano
Em transe,
Mal sei que do meu corpo, 
O fogo Assoma
A luz da lua foge ao meu encalço
Ao fundo, a musica espera,
Seus cânticos são tão gentis...
O anjo, observa-me a sorrir:
És um sádico?
E eu consumo-me
Em chamas.
Nem a lua
Nem a musica
Nem o anjo...
podem aplacar a minha loucura:
Compactuam com ela.

 

2 comentários:

  1. Os anjos... Eles não são bons... São soldados. Às vezes obedientes e (quase) sempre crueis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é.. Antes eu acreditava neles como mensageiros do bem... Hoje, temo... Todos eles.

      Excluir

Chamam meu nome?

Entendo aquele olhar Chamam meu nome lá fora? Entendo aquele toque Chamam meu nome lá fora? Não há futuro para mim aqui dentro Não...