sábado, 5 de setembro de 2015

junto-me ao caos.



Não precisas daquela voz,
as tuas marcas são tuas
e o que eles veem não interessa!
As tuas  palavras surgem em meio ao caos
Respeite-se
Jogue-as ao chão
Deixem que te vejam
Esparrame-se
Grite, não existem doces sonhos...
Não há o perfeito
Não esconda essa bela face.
ela é o que há de mais bonito em você.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Linguagem do corpo

Os olhos voltados pra cima A boca seca Os lábios trêmulos  Os dedos que se fecham Meu corpo denuncia O que a palavra não r...