sábado, 19 de dezembro de 2015

.feitiço




A magnificência das estrelas
Meus olhos saltitantes - reluziam aquelas luzes
Tudo era tão estranho por perto 
Meu corpo flutua sobre o asfalto
E os olhos sob o encanto das estrelas
Esse mundo tem vozes por todos os lados
Cores em todos os cantos
Gritos e sons - em todo mundo.
Como dizem: mortais sucumbem!
Neste feitiço vindo dos céus.
Minhas mãos tateiam o vazio
E estes olhos cansados unem-se à beleza das estrelas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

poesia e prosa para esvair

O toque O cheiro, a sensação Os nervos que se estressam Os sentimentos que sobem à minha cabeça É sempre igual Seja ...