segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Coração de Criança




Céus, onde estou?
Quem é aquele menino,
correndo sobre as ruas de pedra
Jogado aos seus sonhos
Encarando os céus...? 
Sei o quanto estou sozinho
E, neste momento, 
Penso em tudo que dá telha
A cabeça fria
Remoendo asneiras
E Eu queria só estar perdido
Como aquela criança,
Jogado aos sonhos,
Sem medos, nem pudores.
Acender o coração de criança
De olhos brilhantes
E desejos gigantes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

poesia e prosa para esvair

O toque O cheiro, a sensação Os nervos que se estressam Os sentimentos que sobem à minha cabeça É sempre igual Seja ...