domingo, 21 de fevereiro de 2016

Uma outra face



- Esse ano, exatamente no dia 14 de julho, o Blog completa três anos de existência. Sei, o goldenmoon ainda é um bebê, mas minha experiência em Blogger tem quase seis anos. Entretanto, eu planejava blogs para falar sobre um jogo que curtia muito na adolescência (claro, não tem muito tempo rsrs) e não me importava muito em discorrer sobre mim. O GM começou em um ímpeto: uma urgência em falar tudo que eu guardo aqui dentro e não consigo contar para ninguém. E, eu nunca imaginava, quando fiz o meu primeiro post, que esse cantinho se tornaria uma parte inseparável de mim e eu descobriria um... talvez... alter-ego?


Um gato preto para alegrar as nossas vidas :)
Quando iniciei o blog postava com meu perfil pessoal (se clicarem no link do first post, poderão ver que o autor é outro perfil) e depois de certo tempo resolvi criar uma conta apenas para o blog, a qual também levava o nome goldenmoon. Nada de novo sobre o sol, só quis separar uma coisa d'outra, e começava a 'expandir' o blog. Porém...O GM tomou uma face ainda mais pessoal e, concomitantemente, tornou-se algo um pouco diferente de mim realmente. Na verdade, sempre visualizei esse objetivo de desvendar o "obscuro"; Sempre pensei este canto como um diário, sim, um diário virtual. Mas não pensava que criaria... praticamente um personagem de mim mesma. 

* G.Moon se expande, grita, tenta compreender a si mesma. Tem um 'quê' de masculino, de feminino... Mulher feita e, principalmente, menina em transição. Em uma incessante procura de colo, abrigo e compreensão do que se passa em sua cabeça ansiosa.*

- Ali do lado, na página Um pedacinho de mim, eu falo sobre a pessoa que guarda a G.Moon. Sim, a Dandara. Uma garota de dezoito anos, tímida e um tanto solitária, que há pouco tempo descobriu ser introvertida. Estudante de Psicologia e fanática pela beleza felina dos gatos, apesar de não poder criar um no momento. Aquela que viaja ao ler qualquer livro ou poesia e adora criar personagens e mundos fora do real... G.Moon é o escape dela. E vive em seu coração, sempre pronta para se descobrir.

Não quero. Nunca abandonar tudo isso aqui.  Em turbulências, em alegrias, em confusões da minha cabeça... G.Moon tem que sempre viver. E aqui é a sua morada. Sempre será.


2 comentários:

  1. Parabéns, seu blog é um bom lugar... É arejado e denso ao mesmo tempo... Muitos mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Iaceê! Eu agradeço o que comentário. Gosto muito do seu blog também. Muitas das suas reflexões me fazem (re)pensar questões e o conteúdo enriquece.
      Obrigada!

      -G.MOON

      Excluir

Linguagem do corpo

Os olhos voltados pra cima A boca seca Os lábios trêmulos  Os dedos que se fecham Meu corpo denuncia O que a palavra não r...