sexta-feira, 20 de maio de 2016

Onde Ele está?



Eu tento chamar por ele
Mas ele parece não me ver
Dizem que está nos céus
Nas terras
Em todos os horizontes que podemos ver
Está dentro de nós?
Mas..Como? 
Eu não o vejo.
Não o sinto
Eu juro, tentei.
Tentei te encontrar
Sentir em toda força que atribuem a você
Mas deve estar tão além do meu eu
Que desisti de te procurar.
Não quero saber sobre palavras de morte
Nem um pouco mais sobre este além-vida
O presente
O passado
O futuro fazem-se aqui
Procurei-te, tanto! Desisti, sim!
Amanhã, talvez, consiga te encontrar...
Mas, antes... Sabias que meus destinos...
Eu mesmo posso edificar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

desculpe, querida

desculpe, querida se minhas palavras são incontidas se meu toque te abomina se o meu sorriso e o meu corpo não são o suficient...