sábado, 25 de junho de 2016

A dois



Se choras de alegrias
Ou de tristezas...
Não posso te dizer
Mas podemos caminhar.
Os festejos pipocam lá fora
Mas as ruas estão muito calmas
Nossos passos podem ser lentos
Ou podemos correr, se quiser.
Saímos como dois doidos pelas ruas
Ninguém vai perceber
Ninguém vai se importar
Afinal, o que vale mesmo no final?
Podemos sorrir
E podemos gritar também
Eu segurarei tuas mãos
E você segura as minhas
E a ciranda se faz
A dois.
Você me tem em seus passos
As nossas sombras não podem ser uma só
Carregue a sua,
E eu acompanho a minha
Saímos juntos.

Se choras
Se, agora, sorri,
De alegrias
De tristezas
Não sei te dizer...
Não posso te dizer,
Mas podemos sentir,
Podemos caminhar
A dois.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PERDÃO

Eu deveria pedir perdão A mim mesma. Pelas histórias inventadas Os sentimentos perdidos E as palavras mal explicadas Eu deveria p...