Ousadia.



Acordei e todos os poros do meu corpo respiravam. Não sei a quanto tempo me senti tão viva e tão disposta a me levantar e viver (e descobrir) cada momento por vez. Eu aceito cada passo, devagarinho... Como menina mansa, mas não submissa. Assim acredito que deve ser.

Começo o dia, que na verdade já começou, purificando bem o corpo – este merece respeito, assim como as ânsias que me esperam. Quero todo bem do dia. Quero todo o mal do dia. Quero o que há para sentir, ouvir e descobrir. 

Passo pelas ruas. Não gosto de muitos sorrisos, nem de conversas forçadas. Respeito quem gosto e sigo em frente o quanto posso. Faço o possível por todos, mas não me apresse, nem me pressione. Eu aprendi a respeitar, também, muitos dos meus limites. 

Ando para lá, ando para cá. Quero me movimentar e meu corpo precisa disso. As ruas estão cheias. Continuo a seguir. Mudo de linha constantemente. Cada canto é um estranho inexplorado e único. 
São tantos os rostos. Posso ver as máscaras de todos os segredos dessa cidade. Desse mundo. O que há de belo em todos? O que há de feio em todos? Eu quero muito descobrir! 

Voltei ao meu cantinho. Onde meus poros se sentem mais à vontade. Faço feitiços em palavras. Lanço aos céus e espero estes encantos te tocarem. Sou menina, sou uma mulher em prantos. Sou um homem que espera. Sou uma criança à espreita. Descubro, me adapto e transformo. 

Uma pessoa? Uma pessoa que quer descobrir a si. 
Posso adicionar um pouco de audácia? Quero descobrir a todos. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mais do que paixão - Albafica de peixes ♥

- Mais do que paixão: Personagens masculinos com cabelos longos! *-*