segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Prosa do dia 07/11/2016

Nota: Atualizei a página *Sobre a autora do blog...*

Ainda não estou de férias.
Minha universidade foi ocupada e ocorre uma greve estudantil... Por enquanto, estou aqui pensando em por meus hobbies em dia, mas preocupada com o rumo que as coisas estão tomando. Não me sinto parte de tudo isto que esta acontecendo e, cada vez mais, me sinto afastada destes movimentos. Não sou contra (de jeito nenhum), mas certas coisas me deixam assustada e/ou desencorajada). Vejo algumas brigas, intrigas, piadinhas e que este campo não é pra mim. Eu seria como uma ovelhinha perdida, procurando em quem acreditar. Ou no que se agarrar. Sei o quanto é importante tudo isso, mas não vou me envolver demais.
Estes dias estou me sentindo bem, um pouco sozinha, mas faz bem. Certas horas me sinto carregada das pessoas e não tenho vontade de socializar, nem sair por aí. Na verdade, só quero meu sossego... Meus pensamentos, meus demônios juntos ou minhas palavras. Enfatizo o *meu* e *minha* porque tudo é tão MEU que só tenho coragem de expor aqui no blog. Coisas que só cabem a mim mesma e, realmente, não dá pra falar com outras pessoas, senão um especialista rs.
Pensei esses dias em voltar a ver animes e ler mangás, mas estou muito desatualizada e sei que não terei paciência. Eu achei que tinha superado o fato de não gostar mais desse universo (não sei se perceberam, mas imagens de animes se tornaram cada vez mais escassas por aqui..) porém esses dias pensei em voltar e dei para trás, sabendo que era inútil. Bateu aquela tristeza... Ainda não aceito muito bem abandonar algo que fez parte da minha vida durante um bom tempo. Então, estou jogando Eldarya, pra não deixar meu lado adolescente morrer...
Assim, hoje decidi fazer uma prosa do dia. Certamente fazem semanas que não produzi uma postagem como essa e achei que estava precisando desabafar um pouquinho. Eu adoro isso. As prosas do dia me permitem analisar os meus dias e meus sentimentos... E isso é bom. É bom porque, no momento em que tudo acontece, não reflito muito as coisas, só depois. E eu sou muito observadora, retenho o ambiente de tal forma que até me assusto, mas não reflito sobre o que está acontecendo... Vou absorvendo, para pensar depois. Escrever é um bom exercício...
Não só com o mundo real, mas com os meus sonhos também. Esses dias tive tantos sonhos esquisitos que não soube lidar. Eu realmente queria saber o que os sonhos nos querem dizer! Esse semestre tenho uma disciplina introdutória à Psicanálise. Estávamos estudando a formação dos sonhos na ótica psicanalítica e, para essa teoria, tudo é TÃO do campo de simbólico que fica estranho de interpretar. Eu realmente sou bem lenta para a Psicanálise rsrsrs. Percebi que não é o ramo ao qual vou seguir... Apesar de achar bem interessante em alguns pontos, porém... A sensação que tenho às vezes é que parece fantasioso... mas, enfim. Não vem ao caso agora.
Preciso pensar no que fazer nesse período de tempo. Terminar os trabalhos? Ler mais? Fazer mais poesias? Enfim! É muito o que fazer. ^-^
Estou me prolongando demais... Daqui a alguns dias venho me derramar um tanto mais...


-G.MOON

6 comentários:

  1. Conheço essa sensação. "Quando o suspiro de minhas presses, e minha dor solitária mentem (...)".

    Vai dar tudo certo, não desanima! Um tempo pra tudo às vezes ajuda. Modele a valsa da harmonia do seu jeito, segue o que o coração diz nessas horas. >.<

    Ah sim, estamos aqui contigo. <3 Falo por mim nessa :L

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Fico feliz em te ver por aqui ^_^

      Este seu primeiro verso... Se for uma poesia, preciso ver rs.

      Estou deixando as coisas rolarem, mas meu jeito analítico não me deixa em paz! Haha. Mas pra tudo há uma hora sim, e eu tenho de compreender isto!


      Obrigada por sua compreensão, estou aqui tb, se precisar!*♡*

      Excluir
  2. Os sonhos são trailers prospectivos da longa viagem do autoconhecimento.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E devemos ter uma sensibilidade grande para interpreta-los.. Realmente, é uma longa viagem!

      Excluir
  3. Querida amiga...
    Depois do comentário que fiz acima, dei uma olhada no teu perfil e vi que vc tem divulgado algumas frases minhas. Fico muitíssimo agradecido! É uma grande honra saber que de algum modo elas te tocam a ponto de vc as citar para outras pessoas! Obrigadíssimo! Do teu amigo, Gugu Keller.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo!

      Eu que agradeço a você, por suas doses de sabedoria! Fico encantada em como brinca com as palavras e nos leva a uma intensa reflexão.

      Não há de que. Obrigada por sua visita e comentário!
      Grande abraço.

      Excluir

Momento difícil

Difícil perceber o momento em que não vê ninguém pra desabafar. Ninguém parece te compreender muito bem. Ninguém demanda teu tato ou te...