quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Tudo ou nada



Eu sei de tudo quando vislumbro a luz opaca dos teus olhos
Eu me lembro bem de tudo que se afundou neles
Minha mente jamais apagará estas cores
Pois elas refletem no que há de mais profundo em mim

Eu sei de tudo quando observo os teus abraços
Os teus sorrisos
Os olhos e mãos sob as câmaras escuras
São tantas as flores e os versos que se escapam
Os cheiros destes rancores que negam a dissolução
Os tatos destas mãos que barram o carinho
Eu sei de tudo... Eu sei de tudo...
Quando ouço tua voz
Quando leio aquelas palavras editadas - reeditadas


Se você me lesse, talvez também soubesse
Se você olhasse em meus olhos, talvez também me conhecesse
E o (nós)... De tanto saber,

Não compreenderíamos mais nada.
Reduziríamos ao nada.

-G.MOON

2 comentários:

  1. Numa conspícua conspiração do paradoxal, nada é do que o nada mais total.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nada pode ser tudo que necessitamos para nos encontrar ...

      Excluir

Aesthetic Personagens Originais

Faz algum tempo que eu gostaria de aprender a fazer Aesthetics. Comecei a pesquisar por cores e consegui montar alguns e me senti satisfeit...